es-4 dicas para automotivação no trabalho

10.12.2020

Se você se percebe irritado, cansado e desmotivado ao ir para o trabalho, pare, respire e reflita um pouco. Tente ver as pequenas coisas positivas do trabalho, mesmo quando elas não pareçam estar lá. Pense no que você pode fazer para melhorar ainda mais esse clima que não está favorável. Uma atitude/pensamentos positivos são essenciais para mudar seu astral no ambiente de trabalho, e tornar ele muito mais agradável, e produtivo.

Busque fazer uma análise detalhada dos motivos que te levaram a questionar-se, se realmente está no emprego/carreira certa? O que te fez chegar até aqui? O que te motivou a escolher está profissão? E o porquê está desmotivado?

Em muitos casos, apenas mudar suas atitudes e pensamentos, para algo positivo, que mostre mais empolgação com o trabalho vai te fazer render mais, e se livrar desta angústia toda, afinal todos nos precisamos estar motivados para exercer um bom trabalho.

Muitas vezes torna-se difícil fazer essa análise, pois quando estamos envolvidos emocionalmente com um problema, parece que tudo fica meio nebuloso, e não conseguimos ver o melhor caminho a seguir. Então para lhe ajudar, segue quatro "dicas" para você prestar atenção, e analisar com cautela, sem tomar decisões precipitadas, apenas pense e reflita sobre você:

1. Como está a sua saúde? 

No trabalho você vive estressado, ansioso, infeliz, cansado, com dores? Com o tempo somatizamos essas emoções, e começam a aparecer às doenças. O estresse acumulado no trabalho é tão perigoso, que já existe até uma doença mais grave causada por ele: a Síndrome do Esgotamento Profissional ou Síndrome de Burnout. Um dos pontos principais para um bom rendimento no trabalho é estar com a saúde mental e física em dia, sem preocupações. Avalie como está sua saúde, caso necessário procure ajuda de um profissional para reverter este caso.

2. Você trabalha só esperando seu salário cair na conta?

Depois que você sente a perca de significado no que faz, começa a trabalhar apenas pelos rendimentos salariais. Afinal, você precisa pagar suas contas, e para muitas pessoas o dinheiro pode parecer um ótimo motivador para ser necessário trabalhar. Mas no médio e longo prazo será muito difícil você permanecer trabalhando apenas pelo salário. Então, se o único elo entre você e a empresa é o seu salário, esse é mais um sinal que você não esta no trabalho certo.

3. Eleve sua autoestima todos os dias.

Reconheça seu valor, para ser valorizado. Uma das necessidades básicas do ser humano é se sentir útil. Porém, não é necessário ouvir de alguém que você é importante, se sinta motivado, demonstre cada dia seu valor, e faça seu trabalho ser destaque, de o melhor de si mesmo.

Trabalhe com qualidade de quem se valoriza, se contenta com seu modo de ser e demonstra, consequentemente, confiança em seus atos e objetivos. Cause impacto positivo na empresa e na vida das pessoas, seja um referencial.

4. Você possui valores diferentes da empresa que atua?

Elenque quais são os valores mais importantes para você, e logicamente se seu emprego se encaixar nesses valores, lhe trará muito mais satisfação em trabalhar neste ramo. Ao contrário, se estiver trabalhando com propósitos que você não concorde, se tornará muito mais desgastante, e chegará uma hora que você não irá aguentar mais.

Não estamos dizendo que você deverá trabalhar em um lugar "perfeito", até porque isso não existe. Por melhor que seja um emprego, você sempre terá alguns momentos de desânimo, que podem ser causados pela sobrecarga de trabalho, algum problema com um colega/chefe ou até problemas pessoais. Lembre-se eles são passageiros, e você pode resolvê-los, esta má fase não deve se estender por um longo período de tempo.

É normal de nossa natureza, querer ser reconhecido por um trabalho bem feito. Muitas vezes nossos supervisores ficam ocupados demais e esquecem que um simples agradecimento pode ser tudo que seu funcionário precisa para continuar trabalhando motivado. Demonstre seu potencial, e faça a diferença na empresa, como citado anteriormente de o melhor de si, e com certeza seu trabalho será reconhecido, será um diferencial, mantenha sempre sua autoestima elevada, isso fará toda diferença em seu desempenho profissional e pessoal.

Trabalhe com aquilo que você realmente seja apaixonado, ouça sua intuição, e não se deixe levar por critérios externos para tomar decisões caso necessário. Investigue suas habilidades e talentos para descobrir com o que você realmente quer trabalhar. Assim você possivelmente trocará um trabalho "ruim", por um que realmente lhe traga satisfação pessoal e realização profissional.


@Anderson Luiz Coach