Comunicação efetiva

16/11/2017

Já falei em artigos anteriores, (aqui e aqui), sobre a dificuldade que as pessoas encontram no momento de falar em público e como essa simples tarefa pode ser desafiadora para muitos. Mas e depois de conseguir superar esse grande obstáculo será que você consegue se comunicar de uma forma realmente efetiva?

Saiba que comunicar vai muito além de você conseguir falar algo e alguém receber o que você tem a passar. Primeiramente vamos entender como o processo base funciona, seguindo a Teoria da Comunicação, já que de acordo com ela é necessário passar por algumas etapas para tornar algo de fato comunicado:

Etapa 1 - Emissor

Como o nome diz, este é o responsável que enviará a mensagem ao receptor. É ele quem tem o conteúdo e sabe o que realmente quer repassar para o destinatário.

Etapa 2 - Mensagem

O princípio da comunicação é repassar alguma informação para um determinado receptor, ou seja, representa o que você pretende transmitir para as outras pessoas.

Etapa 3 - Canal

Basicamente esse é o veículo de comunicação da sua mensagem. É por meio dele que ela chegará ao receptor final, onde pode ser através da fala verbal ou não verbal, por meio de mensagem, e-mail, entre tantas outras formas.

Etapa 4 - Receptor

Esse é o ponto final da mensagem emitida. Se tudo ocorrer bem nesse trajeto, as chances da sua mensagem chegar intacta é maior, mas lembre-se de que para ele compreender integralmente a sua mensagem é necessário que tenha referências para conseguir alcançar essa compreensão.

Esclarecido esses pontos, agora você já possui a base para entender como funciona a comunicação e ela é um dos pilares que podem sustentar o seu sucesso profissional e até pessoal, ou seja, vai depender de como você a trata e como isso pode refletir na sua vida.

Uma das principais falhas de comunicação é acreditar cegamente de que você está conseguindo passar uma determinada mensagem.

Para concretizar uma mensagem de forma coerente é necessário construir formas sólidas para que isso aconteça, por isso antes de pensar na mensagem, analise quem será o seu receptor. Qual é a melhor forma de me comunicar com ele? Que tipo de linguagem eu devo utilizar? De nada adianta ter um discurso bem estruturado e formal e pretender que alguém sem muita instrução a compreenda. A mensagem deve ser adequada a capacidade de entendimento do seu receptor. Ainda nesse aspecto é importante dar atenção no meio em que essa mensagem irá transitar. Qual é a melhor forma de fazer ela chegar até o seu destino?

Por fim, estabelecer um bom Rapport no momento da comunicação deixará o receptor mais à vontade e suscetível, logo a mensagem será recebida de forma mais eficiente. Também dar atenção as percepções como a audição, visão, tato e olfato através da PNL pode auxiliar enriquecer a sua comunicação.

Precisa aperfeiçoar esses aspectos? No Inbrata você encontra o treinamento necessário para isso, incluindo certificação.


Venha fazer Coaching no INBRATA

@andersonluizcoach!